O Direito da Banca tem ao longo da sua história sido caraterizado por uma evolução ao saber dos acontecimentos. Raramente o legislador consegue ultrapassar a evolução da Banca, em virtude da rapidez com que esta se adapta a novos tempos e negócios.

O conhecimento do Direito Bancário e da sua evolução, são fundamentais para a negociação com Bancos, ou entre Bancos. O mesmo sucede com a relação entre Bancos e Autoridades de Supervisão e Regulação.